São Deus e a Bíblia sexistas?



Pergunta: "São Deus e a Bíblia sexistas?"

Resposta:
Sexismo é quando um gênero, geralmente o masculino, tem domínio sobre o outro gênero, geralmente o feminino. A Bíblia contém muitas referências a mulheres que, na mente moderna, podem parecer discriminatórias contra as mulheres. Será que isso significa que Deus, e consequentemente a Bíblia, é sexista? Precisamos lembrar que quando a Bíblia descreve uma ação não significa necessariamente que esteja apoiando essa mesma ação. A Bíblia descreve homens tratando mulheres como propriedade, mas isso não significa que a Bíblia esteja indicando aprovação dessa ação. Mesmo nos exemplos quando a Bíblia está dando um comando em relação ao tratamento das mulheres, não é necessariamente uma indicação do padrão ideal de Deus. A Bíblia se focaliza muito mais em transformar almas do que com a nossa sociedade. Deus sabe que um coração transformado resulta em comportamento transformado.

Durante o Velho Testamento, o mundo inteiro tinha uma sociedade patriarcal. Esse fato durante a história é muito claro – não só nas Escrituras, mas também nas regras sociais que governavam a maioria das sociedades no mundo. De acordo com o sistema de valores moderno e com o ponto de vista humano secular, isso é chamado "sexista". Deus, e não o homem, foi quem ordenou a ordem na sociedade e Ele é o autor da instituição dos princípios de autoridade. No entanto, como tudo mais, o homem pecador tem corrompido essa ordem. Isso tem resultado na desigualdade de comportamento dos homens sobre as mulheres durante toda a história. A exclusão e a discriminação que achamos no nosso mundo não são novas. É o resultado da Queda do homem e da entrada do pecado na humanidade. Portanto, podemos dizer com certeza que o termo e a prática de “sexismo” são resultado – e um produto – do pecado. A revelação progressiva da Bíblia nos leva à cura do sexismo, assim como à cura de todas as práticas pecaminosas da raça humana.

Para achar e manter um equilíbrio espiritual entre as posições de autoridade dadas por Deus, precisamos estudar as Escrituras. O Novo Testamento é o cumprimento do Velho, e nele achamos os princípios que nos mostram a linha de autoridade correta e a cura para o pecado, o mal de toda a humanidade, e isso inclui discriminação por causa de gênero.

A cruz de Cristo é o melhor equilibrador que já existiu. João 3:16 diz: "todo o que nele" e esse é um relato que inclui a todos, não deixando ninguém de fora por causa de sua posição na sociedade, de sua capacidade mental ou gênero. Também achamos uma passagem no livro de Gálatas que garante oportunidade igual para salvação tanto do homem como da mulher. "Pois todos vós sois filhos de Deus mediante a fé em Cristo Jesus; porque todos quantos fostes batizados em Cristo de Cristo vos revestistes. Dessarte, não pode haver judeu nem grego; nem escravo nem liberto; nem homem nem mulher; porque todos vós sois um em Cristo Jesus" (Gálatas 3:26-28). Não há sexismo na cruz.

A Bíblia não é sexista. Por quê? Porque retrata os resultados do pecado com exatidão. A Bíblia recorda todos os tipos de pecado: escravidão e cativeiro e as falhas de seus maiores heróis. Ao mesmo tempo, a Bíblia nos dá a resposta e a cura para esses pecados contra Deus e a ordem que Ele estabeleceu. Qual a resposta? Um relacionamento com Deus. O Velho Testamento aguardava ansiosamente o sacrifício supremo e cada sacrifício feito por causa do pecado mostrava a necessidade de reconciliação com Deus. No Novo Testamento, o "Cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo" nasceu, morreu, foi enterrado, ressuscitou e depois subiu ao Céu, e lá intercede por nós. É através de fé nEle que a cura para o pecado é encontrada, incluindo o pecado de sexismo.

A acusação de sexismo na Bíblia é baseada na falta de entendimento das Sagradas Escrituras. Quando homens e mulheres de todas as idades aceitaram os papéis que Deus designou e viveram suas vidas de acordo com "Assim diz o SENHOR", havia um maravilhoso equilíbrio entre os gêneros. Foi com esse equilíbrio que Deus começou, e é com esse equilíbrio que Ele vai terminar. Muitas pessoas prestam atenção de forma exagerada aos vários produtos do pecado e não à raiz de onde o pecado se origina. Apenas quando há uma reconciliação pessoal com Deus através do SENHOR Jesus Cristo é que achamos verdadeira igualdade. "e conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará" (João 8:32).

Também é muito importante entender que não é sexismo quando a Bíblia descreve os diferentes papéis dos homens e das mulheres. A Bíblia deixa bastante claro que Ele espera que os homens assumam o cargo de liderança na igreja e no lar. Isso faz da mulher inferior? Claro que não! Isso significa que as mulheres são menos inteligentes, menos capazes ou inferiores aos olhos de Deus? Claro que não! O que significa é que no nosso mundo manchado pelo pecado, precisa haver estrutura e autoridade. Deus instituiu o cargo de autoridade para o nosso bem. Sexismo é o abuso desse cargo.... não a existência do mesmo.


Voltar à página principal em português

São Deus e a Bíblia sexistas?