www.GotQuestions.org/Portugues




Pergunta: "O Espírito Santo pode em algum tempo abandonar o Cristão?"

Resposta:
Colocado de forma simples, não, o Espírito Santo nunca abandonará um cristão. Essa verdade é revelada em muitas passagens diferentes no Novo Testamento. Por exemplo, Romanos 8:9 nos diz: “E, se alguém não tem o Espírito de Cristo, esse tal não é dele.” Esse versículo deixa bem claro que se alguém não tem o Espírito Santo habitando dentro de si, então ele/ela não é salvo; portanto, se o Espírito Santo fosse deixar um cristão, ele/ela teria perdido seu relacionamento com Cristo e perdido sua salvação. No entanto, isso é contrário ao que a Bíblia ensina sobre a “segurança eterna” dos cristãos. Um outro versículo que fala claramente da permanência da presença do Espírito Santo habitando na vida dos cristãos é João 14:16. Aqui Jesus fala que o Pai vai mandar um outro Consolador para que “esteja para sempre convosco”.

O fato de que o Espírito Santo nunca abandonará o cristão também é ensinado em Efésios 1:13-14, onde diz que os crentes são “selados” com o Espírito Santo: “o qual é o penhor da nossa herança, ao resgate da sua propriedade, em louvor da sua glória.” O retrato de ser selado com o Espírito Santo é um de posse e propriedade. Deus prometeu vida eterna aos que acreditam em Cristo, e como garantia de que cumprirá a Sua promessa, Ele enviou o Espírito Santo para habitar dentro de cada cristão até o dia da redenção. Da mesma forma que fazemos um pagamento como entrada em um carro ou casa, Deus providenciou aos cristãos um pagamento como entrada do seu relacionamento futuro com Ele ao ter enviado o Espírito Santo para habitá-los. O fato de que todos os crentes são selados com o Espírito Santo também é visto em 2 Coríntios 1:22 e Efésios 4:30.

Antes da morte, ressurreição e ascensão de Cristo aos Céus, o Espírito Santo tinha um relacionamento de “ir e vir” com as pessoas. O Espírito Santo habitou Saulo, mas depois Se retirou (1 Samuel 16:14). Ao invés, o Espírito veio a Davi (1 Samuel 16:13). Depois de seu adultério com Bate-Seba, Davi ficou com medo de que o Espírito ia Se retirar dele (Salmos 51:11). O Espírito Santo veio a Bezalel para capacitá-lo a produzir o que era necessário para o tabernáculo (Êxodo 31:2-5), mas isso não é descrito como um relacionamento permanente. Tudo isso mudou depois da ascensão de Cristo ao Céu. Começando com o dia de Pentecostes (Atos 2), o Espírito Santo começou a permanentemente habitar dentro dos crentes. A habitação permanente do Espírito Santo é o cumprimento da promessa de Deus de sempre estar conosco e de nunca nos abandonar.

Enquanto o Espírito Santo nunca abandonará um crente, é possível que o nosso pecado “apague o Espírito Santo” (1 Tessalonicenses 5:19) ou “entristeça o Espírito Santo” (Efésios 4:30). O pecado sempre tem consequências no nosso relacionamento com Deus. Embora o nosso relacionamento com Deus esteja seguro em Cristo, o pecado não confessado nas nossas vidas pode atrapalhar nossa comunhão com Deus e efetivamente apagar o trabalho do Espírito Santo em nossas vidas. Por isso é tão importante que confessemos nossos pecados, porque “Deus é fiel e justo para nos perdoar os pecados e nos purificar de toda injustiça” (1 João 1:9). Então, apesar de que o Espírito Santo nunca vai nos abandonar, os benefícios e a alegria de Sua presença podem, de fato, retirar-se de nós.

© Copyright 2002-2014 Got Questions Ministries.