www.GotQuestions.org/Portugues




Pergunta: "Onde está Deus agora? Onde está Deus quando sofremos?"

Resposta:
A Bíblia ensina que Deus reina sobre as nações do Seu trono santo no céu (Salmo 47:8, Isaías 6:1, 66:1, Hebreus 4:16). Embora saibamos que a presença de Deus pertence exclusivamente ao céu, os ensinamentos das Escrituras também deixam claro que Deus é onipresente (presente em todos os lugares ao mesmo tempo). Desde o início das Escrituras, vemos a presença de Deus pairando sobre a terra, mesmo quando ainda era sem forma e vazia (Gênesis 1:2). Deus encheu o mundo com a Sua criação, e Sua presença e glória continuam a habitar toda a terra (Números 14:21). Há muitos exemplos nas Escrituras da presença de Deus se movendo pela terra, interagindo com a Sua criação (Gênesis 3:8, Deuteronômio 23:14, Êxodo 3:2; 1 Reis 19:11-18, Lucas 1:35, Atos 16:7). Hebreus 4:13 diz: "Nada, em toda a criação, está oculto aos olhos de Deus. Tudo está descoberto e exposto diante dos olhos daquele a quem havemos de prestar contas." Jeremias 23:24 exclama: "’Poderá alguém esconder-se sem que eu o veja?’, pergunta o Senhor. ’Não sou eu aquele que enche os céus e a terra?’, pergunta o Senhor.” Salmo 139 é um estudo impressionante da onipresença de Deus.

Onde está Deus? Se você for um crente em Jesus Cristo, Deus está com você, ao seu lado, acima de você e dentro de você. A presença de Deus e o Seu vigilante cuidado nunca o abandonarão. Se você não for um crente em Jesus Cristo, Deus está bem na sua frente, convidando-o, atraindo-o, oferecendo-lhe o amor, a misericórdia e a graça que Ele deseja lhe dar. Se não tiver certeza do seu relacionamento com Deus através de Jesus Cristo, leia o nosso artigo sobre "Como posso ficar bem com Deus?" Talvez uma pergunta melhor que "Onde está Deus?" seja "Onde está você em sua relação com Deus?"

Onde está Deus quando sofremos? Parece que mais desejamos conhecer a resposta a esta questão quando enfrentando provas dolorosas e ataques de dúvida. Até mesmo Jesus, durante a Sua crucificação, perguntou: "Meu Deus! Meu Deus! Por que me abandonaste?" (Mateus 27:46). Para os espectadores da época, bem como aos que leem a narrativa pela primeira vez, parece que Deus de fato abandonou Jesus, por isso obviamente concluímos que Ele vai nos abandonar também em nossos momentos mais sombrios. No entanto, um estudo mais detalhado dos acontecimentos ocorridos após a crucificação revela que nada pode nos separar do amor de Deus, nem mesmo a morte (Romanos 8:37-39). Depois de Jesus ter sido crucificado, Ele foi glorificado (1 Pedro 1:21, Marcos 16:6, 19; Romanos 4.24-25). Desse exemplo podemos ter certeza de que, mesmo quando não sentimos a presença de Deus no meio da nossa dor, podemos ainda crer na Sua promessa de que Ele nunca nos deixará nem nos abandonará (Hebreus 13:5). "Às vezes Deus permite o que odeia para realizar o que ama" (Joni Tada Erickson).

Colocamos a nossa confiança no fato de que Deus não mente, nunca muda e que a Sua Palavra permanece verdadeira para sempre (Números 23:19, 1 Samuel 15:29, Salmo 110:4; Malaquias 3:6, Hebreus 7:21; 13:8, Tiago 1:17, 1 Pedro 1:25). Não nos desanimamos à face de circunstâncias dolorosas porque vivemos pela fé em cada palavra que procede da boca de Deus, não colocando a nossa esperança no que é visto ou percebido. Confiamos em Deus sabendo que nossos sofrimentos leves e momentâneos estão produzindo para nós uma glória eterna que pesa mais que todo o sofrimento que iremos suportar nesta terra. Então, não fixamos os nossos olhos no que é visto, mas naquilo que é invisível porque sabemos e acreditamos que o que se vê é transitório, mas o que é invisível é eterno (2 Coríntios 4:16-18; 5:7). Também confiamos na Palavra de Deus, a qual diz que Ele está constantemente trabalhando todas as coisas para o bem daqueles que O amam e têm sido chamados segundo o Seu propósito (Romanos 8:28). Embora nem sempre vejamos o bom propósito para o qual Deus está trabalhando as coisas, podemos ter certeza de que virá um tempo quando compreenderemos e veremos mais claramente.

Nossas vidas são como uma colcha de retalhos. Se você olhar o lado de trás de uma colcha, tudo o que se vê é um emaranhado de nós e pontas soltas penduradas por toda parte. É muito pouco atraente e parece que o trabalho não tem nem pé nem cabeça. No entanto, ao virar a colcha, pode-se ver como o criador tem ardilosamente tecido em conjunto cada linha para formar uma bela criação, muito parecida com a vida de um crente (Isaías 64:8). Vivemos com uma compreensão limitada das coisas de Deus, mas está chegando um dia quando vamos conhecer e compreender todas as coisas (Jó 37:5, Isaías 40:28; Eclesiastes 11:5, 1 Coríntios 13:12; 1 João 3:2). Onde está Deus quando sofremos? A mensagem para levar com você em tempos difíceis é que embora não se possa ver a Sua mão, confie em Seu coração e saiba com certeza que Ele não o abandonou. Quando parece que você não tem mais força própria, esse é o momento quando se pode descansar mais plenamente em Sua presença e saber que o Seu poder se aperfeiçoa na fraqueza (2 Coríntios 12:9-10).

© Copyright 2002-2014 Got Questions Ministries.