www.GotQuestions.org/Portugues



Pergunta: "Pode um homem casado com uma mulher divorciada servir na liderança da igreja?"

Resposta:
Como pano de fundo, por favor leia o nosso artigo sobre a frase "marido de uma só mulher" em 1 Timóteo 3:2, 12 e Tito 1:6. Enquanto a qualificação de "marido de uma só mulher" possa, em alguns casos, desqualificar um homem divorciado e casado novamente de servir na liderança da igreja, uma questão ainda mais difícil diz respeito a um homem casado que nunca se divorciou, mas é casado com uma mulher que anteriormente teve um divórcio. Não há Escritura que explicitamente lide com este problema, mas há princípios bíblicos que podem ser aplicados.

Primeiro Timóteo 3:11 é um versículo interessante em relação a esta questão. Não está claro se este versículo está se referindo a esposas de diáconos ou a diaconisas. A interpretação de "esposas de diáconos" parece ser mais provável porque seria estranho que Paulo desse qualificações para diáconos nos versículos 8-10 e 12-13 com qualificações para diaconisas entre eles. Com isto em mente, é importante notar que não há a qualificação de "esposa de um só marido" dada para as esposas de diáconos. Também não há uma exigência de ser "irrepreensível". Em vez disso, as qualificações são "sérias, não maldizentes, temperantes e fiéis em tudo" (1 Timóteo 3:11).

Há muitas questões que se relacionam com esta questão. Era a esposa a parte inocente a um marido adúltero ou abusivo? Era a esposa uma crente quando o divórcio ocorreu? O ex-marido da esposa ainda está causando problemas ou conflitos? Cada uma dessas questões deve ser considerada. Em última análise, porém, a questão repousa na qualificação de ser "irrepreensível" que é exigida dos presbíteros e diáconos. Será que o fato de que a esposa é divorciada resulta em um pobre testemunho na comunidade? Pode o possível líder da igreja genuinamente ser visto como um homem de Deus que é digno de respeito e capaz de ser seguido como um exemplo?

Não parece que esta questão possa ser respondida universalmente. Há simplesmente muitos fatores envolvidos. Uma igreja que tem que enfrentar esta questão deve em oração examinar a situação e tentar discernir, tanto quanto possível, se o possível líder pode ser considerado "irrepreensível". Se a igreja não correr o risco de sofrer potenciais danos, então um homem casado com uma mulher divorciada pode ser considerado para a liderança da igreja.

© Copyright 2002-2014 Got Questions Ministries.