www.GotQuestions.org/Portugues



Pergunta: "Qual deve ser a resposta de um cristão cujo cônjuge teve um caso de adultério?"

Resposta:
A infidelidade é uma situação muito difícil e dolorosa. Ela envolve todas as emoções e, para o cristão, pode esticar a fé quase ao ponto de ruptura. A melhor coisa a fazer é "lançar sobre ele toda a vossa ansiedade, porque ele tem cuidado de vós" (1 Pedro 5:7). Busque no Senhor conforto, sabedoria e direção diariamente. Deus pode nos ajudar com as mais difíceis provações.

O adultério é sempre errado. "Digno de honra entre todos seja o matrimônio, bem como o leito sem mácula; porque Deus julgará os impuros e adúlteros" (Hebreus 13:4). A pessoa ofendida deve descansar na verdade de que Deus é o vingador e que ela não precisa se preocupar em buscar vingança. Deus vai fazer isso de uma forma melhor do que poderíamos tentar. Quando somos feridos, precisamos entregar esse pecado de adultério Àquele que sabe de cada detalhe e irá lidar com isso de forma adequada.

"Porque, se PERDOARDES aos homens as suas ofensas, também vosso Pai celeste vos perdoará; se, porém, não perdoardes aos homens [as suas ofensas], tampouco vosso Pai vos perdoará as vossas ofensas" (Mateus 6:14, 15). Isto pode parecer impossível, mas com a graça de Deus, a vítima pode tornar o perdão um ato da vontade em obediência à Palavra de Deus. Cultivar amargura vai afetar as atitudes, emoções e o desejo de obedecer a Deus, assim como influenciar negativamente as decisões cotidianas. Isso não significa que o cônjuge traído não sofrerá os efeitos da profunda dor. Mas a graça de Deus ministrará às suas necessidades de uma grande forma. A alternativa é um coração rancoroso que em breve será atormentado com pensamentos vingativos, raiva, ira, etc.

RECEBA PERDÃO. "Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados e nos purificar de toda injustiça" (1 John 1:9). Ambas as partes devem pedir a Deus para ajudá-los a enxergar como cada um pode ter contribuído à situação e para serem liberados do peso da culpa diante dEle. Daquele ponto em diante, haverá liberdade para buscar o Seu conselho e orientação. O Seu Espírito Santo os habilitará a fazer o que não poderiam fazer por conta própria. "tudo posso naquele que me fortalece" (Philippians 4:13).

Então, com a direção de Deus, o perdão e a reconciliação podem ser os próximos passos. Mesmo se isso demorar, todo esforço deve ser feito para perdoar e reconciliar (Veja Mateus 5:23-24). Quanto à possibilidade de ficar ou ir embora, "quem repudiar sua mulher, não sendo por causa de relações sexuais ilícitas, e casar com outra comete adultério [e o que casar com a repudiada comete adultério]" (Mateus 19:9). Embora a parte inocente tenha motivos para o divórcio, a preferência de Deus é o perdão e a reconciliação.

O Senhor diz: "Eu odeio o divórcio!" (Malaquias 2:16) É muito melhor tentar resolver os problemas, especialmente se houver crianças envolvidas. Conselhos de pessoas que amam a Deus e usam a Bíblia como regra de conduta são úteis. Também é crucial orar por orientação em todos os pensamentos, palavras, ações e decisões.

© Copyright 2002-2014 Got Questions Ministries.