www.GotQuestions.org/Portugues



Pergunta: "É errado manter em segredo a fé em Cristo a fim de preservar a sua própria vida?"

Resposta:
É errado manter em segredo a nossa fé em Cristo por medo de represália ou até mesmo da morte? Os cristãos devem estar dispostos a morrer por confessar o nome de Jesus? Devemos manter a nossa fé em segredo a fim de preservar as nossas vidas? Esta é uma pergunta que é apenas hipotética para cristãos em muitas partes do mundo, com a pior perseguição que poderiam receber sendo mangação e/ou insultos. No entanto, para os cristãos em algumas partes do mundo, essa questão é muito real e prática - as suas vidas, literalmente, estão em risco. É uma coisa não ser tão corajoso quanto gostaria a fim de proteger a sua própria vida e/ou a vida de sua família. É uma outra coisa completamente fazer a sua própria vida uma prioridade maior do que servir, honrar, adorar e obedecer a Cristo. Então, tendo dito isso, é errado manter a sua fé em Cristo um segredo?

O próprio Jesus nos dá a resposta: "Portanto, todo aquele que me confessar diante dos homens, também eu o confessarei diante de meu Pai, que está nos céus; mas aquele que me negar diante dos homens, também eu o negarei diante de meu Pai, que está nos céus. Não penseis que vim trazer paz à terra; não vim trazer paz, mas espada" (Mateus 10:32-34). Cristo deixou claro que "Se o mundo vos odeia, sabei que, primeiro do que a vós outros, me odiou a mim. Se vós fôsseis do mundo, o mundo amaria o que era seu; como, todavia, não sois do mundo, pelo contrário, dele vos escolhi, por isso, o mundo vos odeia" (João 15:18-19). Assim, embora seja compreensível que alguém mantenha a sua fé em Cristo em segredo a fim de salvar a sua vida, para um cristão, uma fé secreta simplesmente não é uma opção.

Na passagem acima, a palavra "mundo" vem do grego kosmos. Ela se refere a um sistema mundial caído e perverso de pessoas ímpias, imorais e cujos corações e mentes são controlados por Satanás (João 14:30, 1 João 5:19, Efésios 2:1-3). Satanás odeia a Deus. Ele também odeia aqueles que seguem a Cristo. Os cristãos são o ponto focal da ira de Satanás. Seu objetivo é "devorá-los" (1 Pedro 5:8, Efésios 6:11). Não devemos nos surpreender que os governantes mundiais odeiam os crentes simplesmente porque "não são do mundo". A razão pela qual os cristãos estão sendo perseguidos e mortos diariamente por sua confissão de Cristo é que as nossas vidas piedosas servem para condenar os atos perversos deste mundo (Provérbios 29:27). Tem sido assim desde o início dos tempos com o primeiro assassinato já registrado, quando Caim matou Abel (Gênesis 4:1-8). Por que Caim fez isso? "Porque as suas obras eram más, e as de seu irmão, justas" (1 João 3:12). Do mesmo modo, o mundo de hoje incentiva aqueles que praticam o mal (Romanos 1:32) e condena aqueles que querem viver dignamente.

Uma outra mensagem que Jesus trouxe ao mundo: "Então, sereis atribulados, e vos matarão. Sereis odiados de todas as nações, por causa do meu nome" (Mateus 24:9). Jesus nos prometeu isto: no fim dos tempos, os cristãos sofrerão perseguição severa por este mundo ímpio. Vamos ser profanados, abusados e amaldiçoados. A frase "sereis atribulados" vem da palavra grega que significa "entregar", como no sentido de ser preso pela polícia ou militar (Mateus 4:12). Muitos serão assassinados. Vamos ser "odiados por todas as nações" por amor do Seu nome. Na passagem paralela de Marcos, Jesus declara: "Estai vós de sobreaviso, porque vos entregarão aos tribunais e às sinagogas; sereis açoitados, e vos farão comparecer à presença de governadores e reis, por minha causa, para lhes servir de testemunho" (Marcos 13:9). Como estamos testemunhando hoje em todo o mundo, identificar-nos com o nome de Cristo vai nos custar nossas liberdades, nossos direitos, nosso respeito e, por vezes, as nossas vidas.

Os cristãos têm um mandato de Cristo: "Ide, portanto, fazei discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo" (Mateus 28:19). Paul ecoa o comando de de Cristo com esta pergunta: "Como, porém, invocarão aquele em quem não creram? E como crerão naquele de quem nada ouviram? E como ouvirão, se não há quem pregue? E como pregarão, se não forem enviados? Como está escrito: Quão formosos são os pés dos que anunciam coisas boas!" (Romanos 10:14-15). Para que o evangelho seja proclamado, até mesmo nos cantos mais escuros da terra, alguém tem que fazer a proclamação. O nosso propósito na Terra é ser a luz do mundo e sal da terra, dizendo aos outros a notícia salvadora de Jesus Cristo. Sim, às vezes corremos o risco de perseguição ao fazê-lo, e às vezes arriscamos as nossas próprias vidas. No entanto, sabemos que é a vontade de Deus que compartilhemos a Sua verdade com os outros, e também sabemos que Ele é poderoso o suficiente para proteger-nos até a nossa missão na Terra ser completa.

Viver para Cristo neste mundo pode ser difícil, até mesmo brutal. Este mundo não é o nosso lar. O mundo é um campo de batalha. As provações da vida são as ferramentas que Deus usa para nos edificar e nos tornar mais semelhantes a Jesus. É nesses tempos sombrios que olhamos para Cristo e deixamos que o Seu poder trabalhe dentro de nós. Pouco antes de Sua ascensão ao céu, Jesus nos deu o Seu comando final para espalhar o evangelho para o mundo. Com isso, Ele também nos deu a Sua promessa final: "E eis que estou convosco todos os dias até à consumação do século" (Mateus 28:20). E isso é tudo o que importa.

© Copyright 2002-2014 Got Questions Ministries.