www.GotQuestions.org/Portugues



Pergunta: "Qual é o segredo para a oração eficaz?"

Resposta:
Todo mundo quer que suas orações sejam "eficazes", tanto que quando nos concentramos nos "resultados" das nossas orações, perdemos de vista o incrível privilégio que temos na oração. Que pessoas como nós podem falar com o Criador do Universo é em si uma coisa incrível. Ainda mais surpreendente é o fato de que Ele nos ouve e age em nosso favor! A primeira coisa que precisamos entender sobre a oração eficaz é que o nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo teve que sofrer e morrer na cruz para que possamos nos aproximar do trono da graça para adorar e orar (Hebreus 10:19-25).

Embora a Bíblia ofereça uma grande quantidade de orientações sobre como podemos aprofundar a nossa comunicação com o Criador, a oração eficaz tem mais a ver com aquele que está orando do que com o "como" a oração está sendo feita. Na verdade, a Escritura diz: "Muito pode, por sua eficácia, a súplica do justo" (Tiago 5:16), e que os "olhos do Senhor repousam sobre os justos, e os seus ouvidos estão abertos às suas súplicas" (1 Pedro 3: 12; Salmo 34:15) e, novamente, "a oração dos retos é o seu contentamento" (Provérbios 15:8). A oração salvou o justo Daniel da cova dos leões (Daniel 6:11) e, no deserto, o povo escolhido de Deus se beneficiou do relacionamento íntimo de Moisés com Deus (Êxodo 16-17). As orações firmes e humildes da estéril Ana resultaram no profeta Samuel (1 Samuel 1:20), e as orações do apóstolo Paulo fizeram até com que a terra tremesse (Atos 16:25-26). Claramente, as orações ardentes dos filhos justos de Deus podem realizar muito (Números 11:2).

Precisamos ter certeza de que as nossas orações estão em linha com a vontade de Deus. "E esta é a confiança que temos para com ele: que, se pedirmos alguma coisa segundo a sua vontade, ele nos ouve. E, se sabemos que ele nos ouve quanto ao que lhe pedimos, estamos certos de que obtemos os pedidos que lhe temos feito" (1 João 5:14-15). Orar de acordo com a vontade de Deus é em sua essência orar de acordo com o que Ele quer, e podemos ver a vontade revelada de Deus através das Escrituras. E se não sabemos o que orar, Paulo recorda-nos que, como filhos de Deus, podemos confiar no Espírito Santo para interceder por nós, pois "segundo a vontade de Deus é que ele intercede pelos santos" (Romanos 8:27). E uma vez que o Espírito de Deus conhece a mente de Deus, a oração do Espírito Santo está sempre em sintonia com a vontade do Pai.

Além disso, a oração é algo que os crentes devem fazer "sem cessar" (1 Tessalonicenses 5:17). Em Lucas 18:1, por exemplo, somos instruídos a orar com persistência e "nunca esmorecer." Além disso, quando apresentamos os nossos pedidos a Deus, devemos orar com fé (Tiago 1:5, Marcos 11:22 - 24), com ação de graças (Filipenses 4:6), com um espírito de perdão para com os outros (Marcos 11:25), no nome de Cristo (João 14:13-14) e, como dito acima, com um coração que é certo com Deus (Tiago 5:16). É a força da nossa fé, e não a duração de nossas orações, que agrada Aquele a quem oramos, de modo que não precisamos impressionar a Deus com a nossa eloquência ou inteligência. Afinal, Deus sabe quais são as nossas necessidades antes mesmo de pedirmos (Mateus 6:8).

Além disso, devemos ter certeza de que não temos pecado não confessado em nossos corações quando oramos, pois isso certamente seria um impedimento para a oração eficaz. "Mas as vossas iniquidades fazem separação entre vós e o vosso Deus; e os vossos pecados encobrem o seu rosto de vós, para que vos não ouça" (Isaías 59:2, Salmo 66:18). Felizmente, "Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados e nos purificar de toda injustiça" (1 João 1:9).

Uma outra barreira para uma comunicação eficaz com Deus é orar com desejos egoístas e motivos errados. "pedis e não recebeis, porque pedis mal, para esbanjardes em vossos prazeres" (Tiago 4:3). Rejeitar o chamado de Deus ou ignorar o Seu conselho (Provérbios 1:24-28), adorar ídolos (Jeremias 11:11-14) ou recusar-se a escutar o clamor dos pobres (Provérbios 21:13) servem como obstáculos adicionais para uma vida de oração eficaz.

A oração eficaz é uma maneira de fortalecer o nosso relacionamento com o Pai no céu. Quando estudamos e obedecemos a Sua Palavra e buscamos agradar a Deus, o mesmo Deus que fez o sol ficar parado devido à oração de Josué (Josué 10:12-13) nos convida a vir corajosamente diante do trono da graça, e orar com a confiança de que Ele vai estender a Sua misericórdia e graça para nos ajudar em nossa hora de necessidade (Hebreus 4:16).

© Copyright 2002-2014 Got Questions Ministries.