www.GotQuestions.org/Portugues



Pergunta: "Como deve o cristão reagir à oração não respondida?"

Resposta:
Quantos cristãos têm orado por alguém, só para ver suas orações ficarem sem resposta? Quantos têm orado e talvez "desistiram" porque ou tornaram-se desencorajados por uma fraqueza de fé ou por terem chegado à conclusão de que aquilo pelo qual têm orado não é a vontade de Deus? No entanto, a forma como lidamos com a oração sem resposta não é apenas para o nosso próprio benefício, mas para o benefício de outros também. Quando oramos, estamos nos engajando no mais precioso ato de comunicação com Aquele (e dado por Ele) a quem devemos prestar contas de todas as nossas atividades. Fomos realmente comprados por um alto preço - o sangue do Senhor Jesus Cristo - e, portanto, pertencemos a Deus.

A oração é um privilégio dado a nós por Deus, e é nosso tanto agora quanto quando foi dado a Israel (Deuteronômio 4:7). No entanto, quando oramos ou falamos com o Senhor, há momentos em que Ele parece não responder. Pode haver muitas razões para isso, e as Escrituras sugerem por que e como as nossas orações estão sendo tratadas por Aquele que é tão terno e amoroso e que ama a nossa comunhão com Deus, o Pai, pois Ele mesmo é o nosso representante (Hebreus 4:15).

A principal razão pela qual a oração não é atendida é pecado. Não é possível zombar de ou enganar a Deus, e Aquele que está entronizado nos céus nos conhece intimamente, até todos os nossos pensamentos (Salmo 139:1-4). Se não estivermos andando no Caminho ou se cultivarmos inimizade em nossos corações para com o nosso irmão ou se pedirmos por coisas com as motivações erradas (com desejos egoístas), então podemos esperar que Deus não responderá à nossa oração porque Ele não as ouve (2 Crônicas 7:14, Deuteronômio 28:23, Salmo 66:18, Tiago 4:3). O pecado é o "empecilho" para todas as potenciais bênçãos que receberíamos da infinita misericórdia de Deus! De fato, há momentos em que as nossas orações são abomináveis aos olhos do Senhor, mais notadamente quando claramente não pertencemos ao Senhor, quer seja por causa da incredulidade (Provérbios 15:8), ou porque estamos praticando a hipocrisia (Marcos 12:40).

Uma outra razão pela qual a oração parece ir ficar sem resposta é que o Senhor está tirando da nossa fé uma dependência mais profunda e confiança nEle, o que deve trazer de nós um profundo senso de gratidão, amor e humildade. Por sua vez, isso nos beneficia espiritualmente, pois Ele dá graça aos humildes (Tiago 4:6; Provérbios 3:34). Oh, como se sente por aquela pobre mulher cananeia, que clamava incessantemente ao Senhor por misericórdia quando Ele estava visitando a região de Tiro e Sidom (Mateus 15:21-28)! Ela não era uma pessoa à qual um rabino judeu prestaria atenção. Ela não era judia e era uma mulher, dois motivos pelos quais os judeus a ignoraram. O Senhor parece não responder às suas petições, mas Ele sabia tudo sobre a sua situação. Ele pode não ter respondido às suas necessidades declaradas imediatamente, mas ainda assim Ele ouviu e concedeu o seu pedido.

Deus muitas vezes pode parecer silencioso para nós, mas Ele nunca nos manda embora de mãos vazias. Mesmo se a oração não foi respondida, temos de confiar que Deus responderá em Seu próprio tempo. O próprio exercício da oração é uma bênção para nós; é por causa da nossa fé que continuamos a persistir em oração. É a fé o que agrada a Deus (Hebreus 11:6), e se a nossa vida de oração está fraca, isso não reflete a nossa condição espiritual também? Deus ouve os nossos clamores empobrecidos por misericórdia, e o Seu silêncio nos faz arder com um senso de persistência na oração. Ele ama quando raciocinamos com Ele. Vamos desejar ardentemente pelas coisas que são segundo o coração de Deus e que andemos nos Seus caminhos e não nos nossos. Se formos fiéis em orar sem cessar, então estamos vivendo na vontade de Deus, e isso nunca pode estar errado (1 Tessalonicenses 5:17-18).

© Copyright 2002-2014 Got Questions Ministries.