www.GotQuestions.org/Portugues



Pergunta: "É errado ter um relacionamento com um parente próximo?"

Resposta:
As relações que Deus proibiu na Lei do Antigo Testamento são listadas em Levítico 18:6-18. Nessa passagem, os israelitas foram proibidos de se casarem com um pai, um padrasto, um neto (e, claro, um avô), um irmão, um irmão ou irmã de um dos pais (ou seja, uma tia ou tio) ou um meio-irmão. O casamento entre primos não é proibido em nenhum lugar na Bíblia.

Nos primórdios da humanidade, havia um número limitado de seres humanos. Como resultado, o casamento entre parentes próximos era muitas vezes necessário. Não foi até a humanidade ter aumentado muito na terra que as pessoas não mais precisavam se casar com seus parentes. Nos primeiros dias da humanidade, o código genético humano não era corrompido tanto quanto hoje. Portanto, era seguro que parentes próximos se casassem e tivessem filhos. Havia pouco risco de anomalias genéticas em seus filhos. Uma vez que a raça humana se expandiu e, devido ao pecado, o código genético humano se corrompeu demais, Deus proibiu o casamento de parentes próximos.

Sendo assim, não há nada essencialmente mau em casar-se com um parente próximo. A razão pela qual não devemos fazê-lo é que não é seguro geneticamente. Além disso, a maioria das nações hoje tem leis severas contra o casamento entre parentes próximos. A Bíblia nos ordena a obedecer às leis do país em que vivemos (Romanos 13:1-6). A maioria das leis reconhece primos em segundo grau como suficientemente separados para permitir o casamento. Qualquer casal com um grau de parentesco e que esteja considerando o casamento deve orar sinceramente a Deus para dar-lhes sabedoria e discernimento para saber se é a Sua vontade (Tiago 1:5). Além disso, um casal deve definitivamente consultar suas famílias sobre o assunto.

© Copyright 2002-2014 Got Questions Ministries.