www.GotQuestions.org/Portugues



Pergunta: "O que é a Teologia da Libertação Negra?"

Resposta:
A teologia da libertação negra é um ramo da teologia da libertação sul-americana, a qual é em grande parte humanista, tentando aplicar a teologia cristã à situação dos pobres. A teologia da libertação negra se concentra nos africanos em geral, e nos afro-americanos em particular, sendo libertos de todas as formas de escravidão e da injustiça, reais ou percebidas, sejam elas sociais, políticas, econômicas ou religiosas.

O objetivo da teologia da libertação negra é "tornar verdadeiro o Cristianismo para os negros". O erro primário na teologia da libertação negra é o seu foco. A teologia da libertação negra tenta focalizar o Cristianismo na libertação da injustiça social no aqui e agora, e não na vida após a morte. Jesus ensinou exatamente o oposto: "O meu reino não é deste mundo" (João 18:36). Têm os negros/africanos e especialmente os afro-americanos sido tratados injustamente e maldosamente na história recente? Absolutamente! Deve um dos resultados do evangelho ser o fim do racismo, da discriminação, da desigualdade e do preconceito? Mais uma vez, sim, absolutamente (Gálatas 3:28)! É a libertação da injustiça social um princípio fundamental do evangelho? Não.

A mensagem do evangelho é esta: somos todos infectados com o pecado (Romanos 3:23). Somos todos dignos da separação eterna de Deus (Romanos 6:23). Jesus morreu na cruz, tomando sobre Si o castigo que nós merecemos (1 Coríntios 5:21, 1 João 2:2) e fornecendo um meio para a nossa salvação. Jesus então ressuscitou, demonstrando que a Sua morte foi realmente um pagamento suficiente para a pena do pecado (1 Coríntios 15:1-4). Se colocarmos a nossa confiança em Jesus como Salvador, todos os nossos pecados são perdoados e seremos concedidos a entrada no céu após a morte (João 3:16). Esse é o evangelho. Esse deve ser o nosso foco. Essa é a cura para o que verdadeiramente assola a humanidade.

Quando uma pessoa recebe Jesus como Salvador, ela é uma nova criatura (2 Coríntios 5:17), e o Espírito Santo que habita em nós inicia o processo de conformá-la à imagem de Cristo (Romanos 12:1-2). Só por essa transformação espiritual pode o racismo realmente ser vencido. A teologia da libertação negra falha porque ataca os sintomas, sem tratar realmente da doença. O pecado/ a queda é a doença; o racismo é apenas um dos muitos sintomas. A mensagem do evangelho é o sacrifício expiatório de Jesus por nossos pecados e a salvação que é, portanto, disponível através da fé. O fim do racismo seria um resultado de pessoas verdadeiramente recebendo a Jesus como Salvador, mas o racismo não é especificamente mencionado no próprio evangelho.

Por causa de sua ênfase exagerada nas questões raciais, um resultado negativo da teologia da libertação negra é que tende a separar as comunidades cristãs pretas e brancas, e isso é completamente antibíblico. Cristo veio à terra para unir todos os que nEle creem em uma Igreja universal, Seu corpo, do qual Ele é o cabeça (Efésios 1:22-23). Os membros do Corpo de Cristo compartilham uma ligação comum com todos os outros cristãos, independentemente de raça, origem ou nacionalidade. "para que não haja divisão no corpo, mas que os membros tenham igual cuidado uns dos outros"(1 Coríntios 12:25). Devemos ter a mesma mente, a mente de Cristo, e um objetivo, glorificando a Deus, cumprindo o mandato de Cristo de "ir por todo o mundo", contando aos outros sobre Ele, pregando as boas novas do evangelho e ensinando aos outros a observar os Seus mandamentos (Mateus 28:19-20). Jesus nos lembra que os dois maiores mandamentos são amar a Deus e amar aos outros como a nós mesmos, independentemente de raça (Mateus 22:36-40).

© Copyright 2002-2014 Got Questions Ministries.