www.GotQuestions.org/Portugues




Pergunta: "Como deve um cristão enxergar o vício?"

Resposta:
A palavra vício tem dois significados básicos. O primeiro é "a condição de ser fisiologicamente ou psicologicamente dependente de uma substância viciosa." Aqueles que são viciados, "dados a muito vinho" (Tito 1:7, 2:3, 1 Timóteo 3: 3) ou "inclinados a muito vinho" (1 Timóteo 3:8) são desqualificados de ensinar ou manter uma posição de autoridade na igreja. É claro que a liderança da igreja precisa ser sóbria e auto-controlada de modo que, pelo seu exemplo, eles podem ensinar os outros a serem o mesmo, pois sabemos que "bêbados..... não herdarão o reino de Deus" (1 Coríntios 6:10). Os crentes não deve ser dependentes do álcool, e é lógico que isso também se aplica à dependência de qualquer outra substância, ou seja, drogas, pornografia, apostas, gula, tabaco, etc.

A segunda definição de vício é "o estado de se ocupar com ou se envolver em algo de forma habitual ou compulsiva." Isto fala de uma obsessão nada natural (para o cristão, pelo menos) com outra coisa senão Deus: esportes, trabalho, compras e/ou adquirir "coisas", ou até mesmo a família ou filhos. Devemos amar, "pois, o SENHOR, teu Deus, de todo o teu coração, de toda a tua alma e de toda a tua força" (Deuteronômio 6:5). Isso é, de acordo com Jesus, o primeiro e maior mandamento (Mateus 22:37-38). Podemos concluir, então, que um vício a outra coisa senão o próprio Deus é errado. Deus deve ser a nossa única busca habitual. Ocupar-nos com qualquer outra coisa nos afasta dEle e lhe desagrada. Só Ele é digno de nossa total atenção, amor e serviço. Oferecer essas coisas a qualquer outra coisa ou pessoa é idolatria.

© Copyright 2002-2014 Got Questions Ministries.