Existe atividade de espíritos demoníacos no mundo de hoje?



Pergunta: "Existe atividade de espíritos demoníacos no mundo de hoje?"

Resposta:
Fantasmas, assombrações, sessões de espiritismo, cartas de tarô, tábuas Ouija, bolas de cristal - o que todos têm em comum? São fascinantes para muitas pessoas porque parecem oferecer uma visão sobre um mundo desconhecido que se encontra fora dos limites da nossa existência física. E, para muitos, essas coisas parecem ser inocentes e inofensivas.

Muitos que abordam estes temas de perspectivas que não são bíblicas acreditam que os fantasmas são espíritos de pessoas mortas que, por qualquer motivo, não seguiram para a "próxima fase". De acordo com aqueles que acreditam em fantasmas, existem três tipos diferentes de assombrações: (1) Assombrações residuais (comparadas a reproduções de vídeo sem nenhuma interação real com os espíritos). (2) Assombrações por espíritos humanos cujas naturezas são uma combinação de algo bom e ruim (mas não o mal). Tais espíritos podem simplesmente querer chamar a atenção de uma pessoa, outros podem ser brincalhões, mas, em qualquer caso, não realmente prejudicam as pessoas. (3) A interação com espíritos ou demônios que não são humanos. Essas entidades podem se disfarçar de espíritos humanos, mas são prejudiciais e perigosas.

Ao ler sobre fantasmas e assombrações de fontes que não são bíblicas, lembre-se de que, só porque um autor pode referir-se à Bíblia ou a personagens da Bíblia (como o arcanjo Miguel), isso não significa que esteja abordando o assunto de uma perspectiva bíblica. Quando nenhuma autoridade é dada às informações de um autor, o leitor tem que se perguntar: "Como é que ele/ela sabe que isso é assim? Qual é a sua autoridade?" Por exemplo, como é que um autor sabe que os demônios se disfarçam de espíritos humanos?

Em última análise, aqueles que abordam tais temas de fontes que não são bíblicas devem basear o seu entendimento nos seus próprios pensamentos, nos pensamentos dos outros e/ou nas experiências do passado. No entanto, com base em sua própria admissão de que os demônios podem enganar e imitar benevolentes espíritos humanos, as experiências podem ser enganadoras! Ao buscar um entendimento correto sobre o assunto, é necessário ir a uma fonte que tem se mostrado precisa 100 por cento das vezes - a Palavra de Deus, a Bíblia. Vamos dar uma olhada no que a Bíblia tem a dizer sobre essas coisas.

1. A Bíblia nunca fala de assombrações. Pelo contrário, ela ensina que quando uma pessoa morre, o seu espírito vai para um de dois lugares. Se a pessoa for uma seguidora de Jesus Cristo, o seu espírito é levado à presença do Senhor no céu (Filipenses 1:21-23, 2 Coríntios 5:8). Mais tarde, ele vai se reunir com o seu corpo na ressurreição (1 Tessalonicenses 4:13-18). Se a pessoa não for uma seguidora de Cristo, o seu espírito é colocado em um lugar de tormento chamado inferno (Lucas 16:23-24).

Quer uma pessoa seja crente ou descrente, não há retorno ao nosso mundo para comunicar-se ou interagir com as pessoas, até mesmo com a finalidade de alertá-las para fugir do julgamento por vir (Lucas 16:27-31). Existem apenas dois incidentes registrados nos quais uma pessoa morta interagiu com os vivos. O primeiro é quando o rei Saul de Israel tentou entrar em contato com o falecido profeta Samuel através de um médium. Deus permitiu que Samuel fosse incomodado o tempo suficiente para pronunciar o julgamento sobre Saul por sua desobediência repetida (1 Samuel 28:6-19). O segundo incidente é quando Moisés e Elias interagiram com Jesus quando foi transfigurado em Mateus 17:1-8. No entanto, não havia nada de "fantasmagórico" sobre a aparição de Moisés e Elias.

2. As Escrituras falam repetidamente de anjos se deslocando de forma invisível (Daniel 10:1-21). Às vezes, esses anjos têm interação com pessoas vivas. Espíritos malignos, ou demônios, podem realmente possuir as pessoas, residindo dentro delas e controlando-as (ver Marcos 5:1-20, por exemplo). Os quatro Evangelhos e o Livro de Atos gravam várias ocorrências de possessão demoníaca e de anjos bons aparecendo e ajudando os crentes. Os anjos, tanto os bons quanto os maus, podem causar fenômenos sobrenaturais (Jó 1-2; Apocalipse 7:1; 8:5; 15:1; 16).

3. As Escrituras mostram que os demônios sabem de coisas sobre as quais as pessoas não têm conhecimento (Atos 16:16-18, Lucas 4:41). Porque esses anjos maus têm existido por muito tempo, eles naturalmente sabem de coisas que as pessoas que vivem uma expectativa de vida limitada não sabem. Porque Satanás atualmente tem acesso à presença de Deus (Jó 1-2), talvez os demônios tenham a permissão de saber alguns detalhes sobre o futuro, mas isso é especulação.

4. As Escrituras dizem que Satanás é o pai da mentira e um enganador (João 8:44; 2 Tessalonicenses 2:9) e que ele se disfarça como um "Anjo de luz". Aqueles que o seguem, humanos ou não, praticam o mesmo engano (2 Coríntios 11:13-15).

5. Satanás e seus demônios têm grande poder (em comparação com os humanos). Até mesmo o arcanjo Miguel confia apenas no poder de Deus ao lidar com Satanás (Judas 1:9). Entretanto, o poder de Satanás não é nada comparado ao poder de Deus (Atos 19:11-12, Marcos 5:1-20), e Deus é capaz de usar a má intenção de Satanás para realizar os Seus bons propósitos (1 Coríntios 5:5, 2 Coríntios 12: 7).

6. Deus nos ordena a não ter nada a ver com o ocultismo, adoração ao diabo ou o mundo do espírito imundo. Isso inclui o uso de médiuns, sessões de espiritismo, tábuas Ouija, horóscopos, cartas de tarô, canalização, etc. Deus considera essas práticas uma abominação (Deuteronômio 18:9-12, Isaías 8:19-20, Gálatas 5:20, Apocalipse 21:8), e aqueles que se envolvem em tais coisas convidam o desastre (Atos 19:13-16).

7. Os crentes de Éfeso são um exemplo em como lidar com itens ocultos (livros, música, joias, jogos, etc.). Eles confessaram como pecado o seu envolvimento com tais objetos e queimaram-nos publicamente (Atos 19:17-19).

8. A libertação do poder de Satanás é alcançado através da salvação de Deus. A salvação vem através da fé no evangelho de Jesus Cristo (Atos 19:18; 26:16-18). As tentativas de se livrar do envolvimento demoníaco sem salvação são fúteis. Jesus advertiu contra um coração desprovido da presença do Espírito Santo: tal coração é apenas um lugar vazio pronto para demônios ainda piores habitar (Lucas 11:24-26). No entanto, quando uma pessoa vem a Cristo para o perdão dos pecados, o Espírito Santo vem habitar até o dia da redenção (Efésios 4:30).

Alguma atividade paranormal pode ser atribuída ao trabalho de charlatães. Seria melhor compreender outros relatos de fantasmas e assombrações como a obra de demônios. Às vezes esses demônios podem não tentar esconder a sua natureza, e em outras vezes podem usar o engano, aparecendo como espíritos humanos desencarnados. Esse tipo de engano causa mais mentiras e confusões.

Deus diz que é tolice consultar os mortos em favor dos vivos. Ao invés, Ele diz: "A lei e ao testemunho!" (Isaías 8:19-20). A Palavra de Deus é a nossa fonte de sabedoria. Os crentes em Jesus Cristo não devem se envolver no ocultismo. O mundo espiritual é real, mas os cristãos não precisam temê-lo (1 João 4:4).


Voltar à página principal em português

Existe atividade de espíritos demoníacos no mundo de hoje?