O que a Bíblia quer dizer quando afirma: 'Diz o insensato no seu coração: "Não há Deus"'?



Pergunta: "O que a Bíblia quer dizer quando afirma: 'Diz o insensato no seu coração: "Não há Deus"'?"

Resposta:
Tanto Salmo 14:1 quanto Salmo 53:1 afirmam: "Diz o insensato no seu coração: Não há Deus." Alguns tomam esses versículos para indicar que os ateus são estúpidos, ou seja, não possuem inteligência. No entanto, esse não é o significado da palavra hebraica traduzida como "insensato". Neste texto, a palavra hebraica é nabal, que se refere mais a um "tolo moral", ou seja, alguém sem moral. O significado do texto não é que "as pessoas que não são inteligentes não acreditam em Deus." Pelo contrário, o significado do texto é que "pessoas imorais não acreditam em Deus."

Muitos ateus são muito inteligentes. Não é a inteligência, ou a sua falta, que leva uma pessoa a rejeitar a crença em Deus. É uma falta de moral que leva uma pessoa a rejeitar a crença em Deus. As pessoas não rejeitam a ideia da existência de um Ser Criador. Em vez disso, as pessoas rejeitam a ideia da existência de um ser criador que exige moralidade da Sua criação. A fim de limpar suas consciências e aliviar-se da culpa, as pessoas rejeitam a ideia de Deus como a única fonte da moralidade absoluta. Isso permite que os ateus vivam como quiserem - tão moralmente ou imoralmente como desejam- com nenhum sentimento de culpa por sua recusa em prestar contas a Deus.

Vários ateus proeminentes têm admitido isso. Um ateu famoso, quando perguntado o que espera realizar através do ateísmo, declarou que quer "beber álcool tanto e ter relações sexuais com tantas mulheres quanto possível." A crença em um Ser divino é acompanhado por um sentimento de responsabilidade e prestação de contas a esse Ser. Assim, para escapar da condenação da consciência, a qual foi em si criada por Deus, deve-se negar a existência de Deus a fim de negar a força moral da consciência.

Isso não quer dizer que todos os ateus são imorais. Muitos ateus vivem uma vida relativamente moral. O ponto principal do versículo "Diz o insensato no seu coração: Não há Deus" é que a falta de prova de Sua existência não é a verdadeira razão por que as pessoas rejeitam a fé em Deus. As pessoas rejeitam a fé em Deus devido a um desejo de viver livre das restrições morais que Ele exige e para escapar da culpa que acompanha a violação dessas restrições. "A ira de Deus se revela do céu contra toda impiedade e perversão dos homens que detêm a verdade pela injustiça; porquanto o que de Deus se pode conhecer é manifesto entre eles, porque Deus lhes manifestou. Porque os atributos invisíveis de Deus, assim o seu eterno poder, como também a sua própria divindade, claramente se reconhecem, desde o princípio do mundo, sendo percebidos por meio das coisas que foram criadas. Tais homens são, por isso, indesculpáveis; porquanto, tendo conhecimento de Deus, não o glorificaram como Deus, nem lhe deram graças; antes, se tornaram nulos em seus próprios raciocínios, obscurecendo-se-lhes o coração insensato. Inculcando-se por sábios, tornaram-se loucos e mudaram a glória do Deus incorruptível em semelhança da imagem de homem corruptível, bem como de aves, quadrúpedes e répteis. Por isso, Deus entregou tais homens à imundícia, pelas concupiscências de seu próprio coração, para desonrarem o seu corpo entre si; pois eles mudaram a verdade de Deus em mentira, adorando e servindo a criatura em lugar do Criador, o qual é bendito eternamente. Amém!" (Romanos 1:18-25).


Voltar à página principal em português

O que a Bíblia quer dizer quando afirma: 'Diz o insensato no seu coração: "Não há Deus"'?