As mulheres têm de permanecer em silêncio na igreja?



Pergunta: "As mulheres têm de permanecer em silêncio na igreja?"

Resposta:
Primeiro Coríntios 14:33-35 declara: "... Como em todas as igrejas dos santos, as mulheres estejam caladas nas igrejas; porque lhes não é permitido falar; mas estejam submissas como também ordena a lei. E, se querem aprender alguma coisa, perguntem em casa a seus próprios maridos; porque é indecoroso para a mulher o falar na igreja." À primeira vista, este parece ser um comando geral que as mulheres não estão autorizadas a falar na igreja. No entanto, 1 Coríntios 11:5 menciona mulheres orando e profetizando na igreja, e não condenando essa prática. Portanto, 1 Coríntios 14:33-35 não pode ser um comando absoluto para que as mulheres permaneçam sempre em silêncio na igreja.

O contexto desta passagem, e muito de 1 Coríntios, é a ordem e a estrutura da igreja. A igreja de Corinto destacou-se pelo caos e falta de ordem que reinavam naquela assembleia (v. 33). É interessante que nenhum dos anciãos ou pastores é mencionado, e nem mesmo os profetas estavam exercendo o controle (ver versículos 29, 32, 37). Todo mundo estava participando de qualquer forma que ele ou ela desejasse no momento em que desejasse. Isto incluía mulheres falando em línguas e profetizando, ao mesmo tempo assumindo a liderança nos cultos ao invés de serem submissas, assim como a Palavra de Deus instrui (1 Timóteo 2:11-15). Aparentemente, algumas mulheres na igreja de Corinto estavam fora de ordem e perturbando ao fazerem perguntas em público durante os cultos caóticos. Não é coincidência que muitas igrejas modernas que praticam o falar em línguas e reivindicam curas e milagres também permitem que as mulheres liderem o culto, preguem e ensinem. As mulheres podem ser professoras talentosas, mas não têm a permissão de Deus para "falar" de tal forma em suas igrejas. Na verdade, fazer isso é "indecoroso", ou seja, "uma desgraça" (v. 35).

O contexto de 1 Coríntios 14:33-35 trata da interpretação e compreensão dos dons de línguas e profecia (1 Coríntios 14:26-32). Portanto, 1 Coríntios 14:34 não está comandando as mulheres a permanecerem em silêncio na igreja o tempo todo. Está apenas dizendo que as mulheres não devem participar quando as línguas e/ou profecia estão sendo interpretadas e testadas (1 Tessalonicenses 5:19-22, 1 João 4:1). Isto está de acordo com 1 Timóteo 2:11-12, o qual diz que as mulheres não devem ensinar aos homens ou ter autoridade sobre os homens. Se as mulheres estavam envolvidas em decidir se uma profecia era verdadeiramente de Deus, então estariam desobedecendo o que a Bíblia diz em 1 Timóteo 2:11-12. Portanto, Paulo diz às mulheres para ficarem em silêncio quando as línguas e profecia estiverem sendo interpretadas para que não desobedeçam à Palavra de Deus.


Voltar à página principal em português

As mulheres têm de permanecer em silêncio na igreja?