São todos os pecados iguais para Deus?



Pergunta: "São todos os pecados iguais para Deus?"

Resposta:
Em Mateus 5:21-28, Jesus iguala o ato de cometer adultério com o de ter luxúria em seu coração, e cometer assassinato com ter ira em seu coração. Entretanto, isto não significa que os pecados sejam iguais. O que Jesus quis que os Fariseus compreendessem foi que algo já é pecado, mesmo que você esteja somente pensando ou sentindo desejo de cometer o ato. Os líderes religiosos nos dias de Jesus ensinavam às pessoas que não havia problema em pensar algo que você desejasse, contanto que não tomasse atitudes a fim de satisfazer tais desejos. Jesus os forçou a compreender que Deus julga tanto os pensamentos de uma pessoa quanto suas ações. Jesus proclamou que nossas ações são o resultado do que está em nossos corações (Mateus 12:34).

Então, apesar de Jesus ter dito que tanto a luxúria quanto o adultério são pecados, isto não significa que sejam iguais. É muito pior matar alguém do que apenas o odiar, mesmo que as duas coisas sejam pecaminosas aos olhos de Deus. Há graus de pecado. Alguns pecados são piores do que outros. Ao mesmo tempo, em relação às conseqüências eternas e salvação, todos os pecados são iguais. Cada pecado levará à eterna condenação (Romanos 6:23). Todo o pecado, não importa quão “pequeno”, é contra o infinito e eterno Deus e é, por isto, merecedor de uma punição infinita e eterna. Além disto, não há pecado tão “grande” que Deus não possa perdoar. Jesus morreu para pagar a pena pelo pecado (I João 2:2). Jesus morreu por TODOS os nossos pecados (II Coríntios 5:21). Todos os pecados são iguais para Deus? Sim e não. Em gravidade? Não. Em penalidade? Sim. Em possibilidade de perdão? Sim.


Voltar à página principal em português

São todos os pecados iguais para Deus?