Será que Deus é justo?



 

Pergunta: "Será que Deus é justo?"

Resposta:
Na mente de muitas pessoas, ser justo é todo mundo recebendo exatamente o que merece. Se Deus fosse completamente "justo", por esta definição, todos nós passaríamos a eternidade no inferno pagando por nossos pecados, o que é exatamente o que merecemos. Todos nós pecamos contra Deus (Romanos 3:23) e, portanto, somos dignos de morte eterna (Romanos 6:23). Se nós de forma "justa" recebêssemos o que merecemos, terminaríamos no lago de fogo (Apocalipse 20:14-15). Mas Deus é misericordioso e bom, por isso Ele enviou Jesus Cristo para morrer na cruz em nosso lugar, tomando sobre Si o castigo que merecemos (2 Coríntios 5:21). Tudo o que temos que fazer é acreditar em Cristo e seremos salvos, assim como também vamos receber um lar eterno no céu (João 3:16). Com o sacrifício de Cristo, Deus mantém a Sua "justiça" porque o pecado foi devidamente punido.

Um sinônimo de justo é reto, e a Bíblia é inequívoca ao afirmar que Deus é justo: "Ele é a Rocha, as suas obras são perfeitas, e todos os seus caminhos são justos. É Deus fiel, que não comete erros; justo e reto ele é" (Deuteronômio 32:4; ver também 2 Crônicas 19: 7; Romanos 9:14; e 2 Tessalonicenses 1: 6). Deus é "justo" por ser imparcial, honesto e reto. Pedro, que se encontra observando o trabalho do Espírito Santo na casa de um gentio, disse: "Agora percebo verdadeiramente que Deus não trata as pessoas com parcialidade, mas de todas as nações aceita todo aquele que o teme e faz o que é justo" (Atos 10: 34-35). Deus é eminentemente justo. Ele não trata ninguém injustamente.

Apesar da graça amorosa de Deus, ninguém iria acreditar nele por conta própria (Romanos 3:10-18). Deus tem que nos aproximar de si para que passemos a crer (João 6:44). Deus não chama a todos, mas só certas pessoas que Ele soberanamente escolheu (Romanos 8:29-30; Efésios 1:5, 11). Isso não parece "justo" aos olhos daqueles que acreditam que a justiça exige que todos sejam tratados exatamente da mesma maneira. Na eleição, parece que Deus não está tratando todas as pessoas igualmente. No entanto, Deus não tem que escolher sequer um. Mais uma vez, seria inteiramente justo que todos passássemos a eternidade no inferno. Deus salvando alguns não é injusto para com aqueles que permanecem incrédulos porque estão recebendo exatamente o que merecem.

Aqueles a quem Deus escolheu estão recebendo o amor e a graça de Deus. Mas, quando Deus convoca os nossos corações e abre nossas mentes, temos a oportunidade de responder à revelação da criação em torno de nós (Salmo 19: 1-3) e da consciência dentro de nós (Romanos 2:15), e de nos voltar para Deus. Aqueles que não respondem receberão o que realmente merecem por causa de sua rejeição. A sua punição é justa (João 3:18, 36). Aqueles que acreditam estão recebendo muito mais do que merecem. Ninguém, porém, está sendo punido além do que ele ou ela merece. Deus é justo? Sim. Ele também é piedoso, misericordioso e gracioso.


Voltar à página principal em português

Será que Deus é justo?